domingo, 2 de maio de 2010

A Questão da Caxemira - Índia X Paquistão

EUA e vários outros países pedem que seus cidadãos saiam da região, pois as tensões chegaram a níveis de alto risco, considerando-se que ambos os países possuem arsenal nuclear. ( Folha de São Paulo - 01/jun/2002/pág A14 ). Segundo o Pentágono uma guerra nuclear entre os dois países mataria no primeiro momento 12 milhões de pessoas, esse número não inclui mortes posteriores por fome, doenças relacionadas à radiação ou vítimas de incendios duradouros.

O QUE É A CAXEMIRA?

A Caxemira é um vale mais ao norte da Índia e é parte do estado Jammu e Cachemira. O vale da Caxemira é circundado pelas mais altas montanhas do mundo. O vale em si é verde e densamente povoado. A população é evoluída e por isso dominou a história e cultura do estado.
A região da Caxemira é o cenário de uma disputa entre a Índia e o Paquistão, desde 1947, ano em que ambos os países se tornaram independentes do Reino Unido. Parte do território(45%) está nas mãos da Índia, Um terço (33%) é controlado pelo Paquistão e o restante é de domínio Chinês, mas também reinvindicada pela Índia.
Essa região possui uma maioria religiosa mulçumana e não aceitam o domínio indiano de religião hinduísta. Na verdade, o que eles querem é uma autonomia em relação á Índia e ao Paquistão. Existem mais de dez grupos separatistas mulçumanos lutando com esse objetivo. Nem todos estão armados, mas o número de separatistas tem aumentado nos últimos anos. a Caxemira foi alvo de duas das três guerras já travadas entre os dois países. Mais de 30 mil pessoas já morreram nos conflitos que envolvem os exércitos dos dois países e guerrilheiros separatistas. Segundo o governo indiano, esses grupos recebem o apoio financeiro do Paquistão, que diz apenas ampará-los politicamente.

O QUE É A ÍNDIA?

A Índia está no sul da Ásia e é o sétimo maior país do mundo ( 3,3 milhões de Km2 ) e o segundo ( 1 bilhão de habitantes ), depois da China, em população. A Índia compõe-se de vários estados e cada estado tem suas próprias leis e costumes, elege seus próprios governantes, que são chamados de ministro-chefe, mas em questões de relevância nacional, cada estado deve obedecer o governo central, que tem sua sede em Nova Déli.
É o terceiro país muçulmano do mundo, com mais de 85 milhões de adeptos, sendo 15% de xiítas. A relação entre muçulmanos e a maioria hindu tornou-se particularmente tensa em 1986, quando hindus da província de Uttar Pradesh invadiram a mesquita muçulmana de Aiodhia, uma das sete cidades sagradas do hinduísmo. A maior preocupação do governo central é com o crescimento do fundamentalismo em meio a esse clima de confrontação. Além disso, os hindus também têm seus radicais no Partido Bharatiya Janata, o mesmo que liderou a destruição da Mesquita de Aiodhia.
Quais os motivos da Índia ? Esta acusa o Paquistão de financiar os rebeldes, ao que o Paquistão se defende dizendo que presta apenas apoio moral à causa separatista.

O QUE É O PAQUISTÃO?

O Paquistão é um país no sul da Ásia, que faz fronteira com a Índia. Com uma população de 145 milhões de habitantes, distribuidos sobre uma área de 803 mil Km2 , foi criado como resultado da separação da antiga Índia britânica em dois países, um de maioria hindu e outro de maioria islâmica. Em 1971, o próprio Paquistão seria de novo dividido, para a formação de um outro país de maioria islâmica, a leste, de nome Bangladesh.
Desde a sua fundação, o Paquistão já se envolveu em diversos conflitos internos e externos. O país manteve três guerras com a Índia, em 1948, 1965 e 1971. Nas duas primeiras, disputava-se a região da Caxemira, e em 1971, os conflitos resultaram na separação do antigo Paquistão oriental, dando origem a Bangladesh. Há mais de 7 milhões de refugiados paquistaneses na Índia, a maioria muçulmanos que temem sofrer perseguições políticas, caso voltem a seu país.
O que o Paquistão reinvindica:
O Paquistão reivindica o controle total da Caxemira, sob o argumento de que lá vive uma população de maioria islâmica - a mesma do país. Já a Índia, tem uma população majoritariamente hindu.

A Entrada no Clube dos países Detentores de Armas Nucleares

Em maio de 98, a Índia surpreendeu o mundo realizando vários testes nucleares no deserto de Rajastão. O primeiro-ministro, Atal Bihari Vajpayee, declarou que, se fosse necessário, utilizaria a bomba atômica. Em resposta, o Paquistão, apesar de pressionado pelo mundo, detonou suas primeiras bombas nucleares. O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, afirmou que estava pronto para a luta. O Ocidente, liderado pelos EUA, decretou sanções econômicas, cortando créditos e financiamentos, para forçar os países a negociar um acordo de paz.

O QUE É BANGLADESH?

Bangladesh é uma país de maioria muçulmana, que surgiu da divisão do Paquistão em 1971. Em 1988, o gal. Hussein Ershad instituiu uma ditadura no país e impôs o Islam como religião de estado. Com isso, ele esperava atrair a maioria muçulmana e enfraquecer a oposição islâmica, que era liderada pelo partido fundamentalista Jamaat-e-islam. Mas esta estratégia mostrou-se ineficaz, pois não impediu a eclosão de protestos contínuos contra a sua ditadura, além de provocar a inquietação na minoria hindu.
Com os recentes testes nucleares realizados pela Índia e Paquistão, paira sobre o sul da Ásia a ameaça de um conflito nuclear. A disputa sobre a Caxemira é a centelha que pode detoná-lo. O povo da Caxemira vem lutando pela reunificação e independência do país. Esta é a solução mais justa e lógica para o problema e que poderá trazer uma paz duradoura, tão merecida, para a Índia, Paquistão e Caxemira.

2 comentários:

  1. muito bom, principalmente os assuntos sobre a disputa da Caxemira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu pau isso fico um lixo !!!!! eu procurei 5 minutos e achei coisa melhor mt melhor !!! bando de burro !!!

      Excluir